Sensei Hércules, estamos com o senhor!

Normalmente esse blog fala sobre tecnologia, mas hoje vamos falar de Karatê.

Venho através deste post manifestar minha solidariedade ao professor Hercules Leal que foi demitido de forma abrupta e pouco transparente do Centro Olímpico do Recanto das Emas no Distrito Federal.

Este Centro Olímpico é mantido pelo instituto IBRES.org.br presidido atualmente pelo senhor Eugenio Cesar Nogueira.

O IBRES administra o Centro Olímpico Recanto das Emas em parceria com Secretaria de Esporte e Lazer do DF, sob gestão do Deputado Federal Júlio Cesar Ribeiro, membro do partido Republicanos e atual secretário da pasta.

O Sensei Hércules é professor de Karatê, do estilo Shito-Ryu, da escola Hayashi com sede em Osaka no Japão. Esse é um dos estilos que tem dominado competições mundiais nos últimos 25 anos. A Brasileira melhor colocada no Ranking Mundial de Karatê é desse estilo, nossa Nicole Yonamine.

O Sensei Hércules há mais de dois anos treina cerca de 130 alunos que aprenderam o estilo e vem evoluindo dia a dia. Ele assumiu o projeto do Sensei Paulo Mota, mestre e representante do estilo Hayashi-Ha Shito-Ryu Kaino Brasil. O Sensei Paulo passou uma temporada em Brasília onde plantou as sementes do estilo em alguns Centros Olímpicos. Mais de 100 alunos, só no Recanto das Emas estão praticando o estilo.

Algumas pessoas que já praticavam outros estilos de Karatê, ao saber da chegada da Shito-Ryu em Brasília, se inscreveram no Centro Olímpico, alguns longe do COP, e mesmo assim, vão lá para aprender esses raros ensinamentos.

Dos 130, cerca de 10 – os mais graduados – já iriam pegar a faixa preta ainda neste ano, se tornando instrutores de Karatê Hayashi-Ha Shito-Ryu no DF, expandindo o alcance do esporte e do estilo em nosso distrito.

Por qual razão ele foi demitido?

Não informaram ao professor.

Não informaram aos alunos.

Não informaram ao Mestre Paulo Mota.

Os funcionários do RH do IBRES se limitaram a dizer que estavam cumprindo ordens e que não sabiam de nada (suspeito?!).

Qual será o prejuízo para os alunos?

Alunos que já estão quase se formando no estilo (indo para a preta) terão que migrar para o estilo shotokan e terão que se adequar – lentamente – para poder fazer o exame de preta no futuro.

Existe diferença no Karatê?

Apesar de serem estilos de Karatê, as diferenças seriam como o Português do Brasil e de Portugal, é o mesmo idioma, mas são dialetos diferentes.

Movimentos, técnicas, bases e outros detalhes são diferentes, portanto, um aluno Shito-ryu não pode fazer Exame para Shotokan (de faixa preta ou marrom) sem que antes passe por alguns anos de re-adaptação.

No COP eles estudam o estilo Shito-Ryu através da escola Hayashi, do fundador Teruo Hayashi, que foi discípulo de Kenwa Mabuni, criador do estilo Shito-Ryu. A escola Hayashi tem sede em Osaka no Japão.

O estilo Shito-Ryu tem todas as características do karatê moderno – sem esquecer de suas raízes – sendo referência nas competições de Kata, e se destaca por conservar as todos os princípios da arte originária.

O que está em jogo?

Mais de 3 anos de trabalho dos alunos estão em risco.

Mais de 130 alunos poderão ser prejudicados pela mudança.

Todo o tempo investido pelos alunos pode ter sido em vão.

Cerca de 10 alunos não vão se formar (faixa preta) esse ano e agora não sabem mais o que vai acontecer.

Temos dois campeonatos no mês de Setembro e não temos mais onde treinar o Karatê Shito-Ryu.

Muito dinheiro público investido poderá ir para o ralo (responsabilidade?)

Todo o tempo dos pais que investiram nos filhos, no professor, nos materiais, no estilo, poderá ir para o ralo e isso não for revertido?

Para esse que vos escreve, não parece que a comunidade vem em primeiro lugar para o Centro Olímpico do Recanto das Emas. Já a política, estamos vendo.

Os alunos foram consultados ou informados?

Nenhum dos 130 alunos foram consultados sobre a mudança de professor ou mesmo informados da saída deste, nem dos motivos, nem dos planos, nem da mudança de estilo, nem de nada para falar a verdade, um absurdo.

Todos ficaram todos sabendo pelo professor após a demissão do mesmo.

Há quem diga que faltou transparência do IBRES e que a administração deixa a desejar na comunicação, esse que vos escreve também pensa assim.

Quem é o Sensei Hércules?

O Sensei Hércules além de professor de Karatê é formado em Educação Física e possui 3 pós-graduações na área, cursando a quarta, além de ter realizado mais de 2000 horas em cursos de extensão e aprimoramento.

Nosso sensei é um profissional de alto nível, uma pessoa que acumula 18 anos de artes marciais em seu currículo, uma pessoa que estava dedicando seu tempo e o seu conhecimento ao projeto Centro Olímpico Recanto das Emas.

Ele ministrava aulas duas vezes por semana e fazia isso com muita dedicação e amor para dar oportunidades àqueles jovens.

Além disso, sensei Hércules também foi convidado pela FCK, Federação de Karatê do Distrito Federal, para ser o técnico responsável pelo estilo Shito-Ryu na Federação, e em poucos meses já mostrou resultado com sua equipe vencendo uma etapa do Brasileiro.

O sensei tem currículo, tem experiência e mostra toda sua competência através dos resultados recentes.

Esse professor trouxe resultados?

Uma das alunas do Centro Olímpico, Isadora, foi campeã Brasileira em 2023 na categoria sub-21 e também se classificou para a final Senior.

Gustavo, outro atleta foi classificado para a final do Brasileiro masculino sub-21 que vai acontecer no último bimestre de 2023.

Na última competição Distrital, todos os atletas inscritos, alunos do professor, subiram ao pódium.

Na semana passada em Goiás, Vinicius foi Campeão da copa Cerrado em sua categoria de Kumite, ao lado de Maria, Estefany, Kaori e outros, todos medalha de ouro em suas categorias.

Ele entregou esse ano:

Além disso, seus alunos estão sempre entre os 3 melhores nos campeonatos recentes, tanto na modalidade Kata quanto Kumite.

Houve algum problema interno com o professor?

Nenhum, o professor é tido como sério, profissional, pontual, presente, um exemplo dentro do Centro Olímpico.

Do coordenador ao time de limpeza, todos elogiam a postura do Sensei Hércules, uma pessoa sempre disponível para ajudar.

O que aconteceu então?

Ao final do contrato dos profissionais, estranhamente o IBRES não fez uma divulgação interna transparente, não informou ou avisou que os atuais funcionários deveriam se inscrever para tentar se manter no centro, eles ficaram aguardando orientações e não receberam nenhuma.

O IBRES apenas informou que eles postaram no INSTAGRAM que haviam vagas abertas (mas não falaram que eram as vagas que eles ocupavam), e agora falam que eles deveriam ter participado da seleção (só que eles não sabiam disso).

Houve uma divulgação externa em mídias sociais e diario oficial (de forma discreta), mas não houve comunicação interna com o atual quadro, pelo menos não o suficiente pois a maioria dos funcionários alega que não tinha informações sobre como iriam disputar a vaga, e todos informaram que aguardavam a coordenação se posicionar e orientá-los, o que também não aconteceu.

A coordenação por sua vez dizia a eles que não sabiam de nada e que isso era com a Secretaria de Esportes e a presidência do IBRES.

Eis que na última quarta-feira (30/Agosto/23) um grande grupo de funcionários foi desligado, entre eles 5 professores, ao que tudo indica, todos ficaram sabendo que já existiam pessoas em treinamento para substituí-los, sem que eles tenham sido comunicados ou orientados no devido processo para também disputarem as vagas que já ocupavam.

Aparentemente, esses novos funcionários participaram de uma seleção discreta, onde foram rapidamente aprovados, contratados e treinados. Aparentemente vão iniciar na próxima segunda-feira, enquanto os outros trabalhavam normalmente sem saber que já estavam na lista de corte, foram todos pegos de surpresa.

Por qual razão pais e alunos consideram o processo suspeito?

  1. O comportamento do RH dizendo que só cumpriam ordens, dizendo que não havia informações das razões do desligamento
  2. A falta de orientação para os funcionários contratados sobre como deveriam proceder para tentarem manter suas vagas
  3. A (suposta) pressão da Secretaria de Esportes para que esses nomes entrem no Centro Olímpico do Recanto das Emas (apadrinhados?)
  4. Na boca do povo só se fala da suposta ligação das pessoas com o Secretário Júlio Cesar Ribeiro, o qual supostamente pode estar cedendo a pressões políticas para não renovar – com bons profissionais – e colocar indicados de aliados políticos no lugar.

Por qual razão pais e alunos consideram a mudança um prejuízo?

  1. A secretaria de esportes (supostamente) não deveria ter ingerência e definir quem trabalha ou deixa de trabalhar no IBRES.
  2. O secretário de esportes (supostamente) não devia tirar um professor que acaba de fazer uma campeã brasileira para colocar um suposto indicado político. Isso ao olhos do povo caracteriza abuso de poder, e alguns pais e alunos até enxergam uma possível corrupção passiva do secretário e prevaricação de funcionários de carreira da Secretaria de Esportes do DF que estão acompanhando a dança das cadeiras sem denunciar tais irregularidades.
  3. A troca de estilo não faz o menor sentido segundo os alunos, poderiam até trocar o professor se houvesse algum problema (o qual nunca houve), mas manter o estilo é de suma importância para permitir a evolução dos atletas. Não há lógica na mudança do estilo.

O que os pais e alunos estão fazendo?

Pais e alunos estão se mobilizando, um grupo está entrando em contato com Ouvidores do GDF, da Secretaria de Esporte e da Camara Distrital.

Uma denúncia foi feita ao Administrador do Recanto das Emas.

Um outro grupo está ingressando com denúncia coletiva no Ministério Público.

E outro está denunciando na Imprensa, os veículos Correio Braziliense, Record, Globo, SBT e Metróples já receberam a denúncia e a carta aberta dos pais e alunos.

Já que os alunos não foram ouvidos, agora estão utilizando os recursos para que isso aconteça.

Qual a causa de tamanha indignação por parte dos pais e alunos

Depois de todo o trabalho do Sensei Paulo Mota e Hercules leal, um novo professor vai chegar para colher os frutos de todo esse trabalho, pegando atletas já graduados, já refinados, campeões e assumir o trabalho sem que haja um motivo relevante para essa substituição. E o pior de tudo ainda é mudar o estilo.

A comunidade quer que o professor fique, mas parece que o favores políticos são mais fortes até mesmo que o desejo da comunidade, que por sua vez é o objetivo da existência do Centro Olímpico.

E eu com isso?

Eu sou aluno do Sensei Hércules, treino com ele 3 vezes por semana na Asa Norte Karatê e Musculação, ele é meu guia no retorno as Artes Marcais, eu fiquei 25 anos parado e ele me ajudou e reencontrar o prazer em praticar artes marciais.

Ele tem um talento nato para Artes Marciais, é muito dedicado, inteligente, seus conhecimentos em educação física, advindos do bacharelado e três pós-graduações o tornam um especialista em biomecânica e treinamento de atletas de alto rendimento.

É realmente difícil encontrar um profissional desse nível, que poderia estar só dando Personal no Plano, indo até o Centro Olímpico do Recanto dar treinamento para crianças de um projeto de formação de artes marciais.

Sensei, sei de sua luta, do alto custo para se deslocar para lá, e quando falo de custo, além de combustível falo do seu tempo. Você é de fato uma pessoa única e rara, um exemplo para aquelas crianças e um grande exemplo para todos nós pais e alunos.

Todo o meu apoio ao Senhor Sensei Hércules.

Todo o meu repúdio ao jogo político onde uma canetada acaba com um projeto tão importante.

Sensei conta comigo, vamos pra cima, ninguém está acima das leis.

O Centro Olímpico existe para servir sua comunidade, é um bem público, um serviço público, e sua comunidade está se manifestando e pedindo para seu professor ficar. Isso por si só deveria bastar, e se não basta, vamos a luta!

Osu! [s]


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesia-pantaneira@bolha.blog @contos-pantaneiros@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]