gutocarvalho

blog de um pantaneiro na TI | @gutocarvalho@bolha.us

Tudo começou com uma simples instância mastodon rodando em uma VM no hypervisor de casa em Brasília/DF. Assim nasceu a bolha.us.

Essa VM pertencia a um cluster ProxMox que rodava – e ainda roda – em cima de 3 computadores Intel NUC.

A Bolha.us era um laboratório para conhecer o Fediverso, não havia pretensão em ser uma grande instância, por meses eu fui o único usuário.

O TLD .us foi escolhido pois era baratinho, curto, e também pois US dava o significado de “Nós”, um coletivo.

Quais eram as minhas intenções?

Eu só queria aprender mais sobre o Mastodon e ActivityPub, esse era o meu único desejo na época.

Como o projeto cresceu tão rápido?

Devido ao takeover no twitter (feito pelo novo dono) eu divulguei por lá que criei a instância, informei que sairia do twitter, com isso a galera começou a aparecer e encheu a casa.

Quando saiu da sua casa?

Quando batemos 1000 usuários em novembro de 2022, alugamos o primeiro servidor físico na OVH e começamos a estruturar melhor essa ideia de comunidade no Fediverso.

Você teve ajuda?

Sim, recebemos muita ajuda da Ursal e de sua fundadora. Fomos estruturando a Bolha como uma instância do Fediverso-BR de acordo com as orientações que a gente recebia. Fomos entendendo a cultura e começando a colaborar.

Alguém mais ajudou?

Além da Ursal.zone, a instância masto.donte.com.br foi uma grande referência pra gente. Além deles, a Bantu e outras também serviram para nos inspirar na construção de uma instância bacana para nossa turma.

BolhaTech a Precursora da Bolha.io

Antes da Bolha.io, existia a BolhaTech, uma iniciativa que foi criada quando o Telegram foi fechado no Brasil em Abril de 22 por decisão do STF.

Como nossas comunidades de TI usavam o Telegram, a ideia era unir Telegram, Discord e Matrix através de Bridges para oferecer acesso as comunidades de TI do Telegram em outras redes. A ideia deu muito certo e funcionou até pouco tempo.

O nome Bolhatech foi sugerido pelo Rafaeal Gomes ( @gomex@bolha.us ), co-founder da BolhaTech, e o segundo usuário da instância bolha.us. Ele segue hoje como um importante membro do coletivo Bolha.io, admin, moderador, colaborador, conselheiro, no tempo que pode e que divide com outros projetos como founder da mentoria IAC, representante do DevOpsDays.org LATAM, escrevendo livros dentre outras coisas.

Hoje a BolhaTech não existe mais tal como era, e os motivos são vários. Eu fui me afastando cada vez mais do Telegram, e mesmo a bolha crescendo no Discord, o modelo do Discord não me convencia, eu não conseguia enxergar de que aquele era o lugar certo para nossa comunidade.

Posso dizer que eu não me sentia bem investindo em outra ferramenta privada tal como o Telegram, sentia medo da dependência, da falta de privacidade e controle de nossos dados.

A iniciativa BolhaTech foi de certa forma absorvida e substituída pela Bolha.io.

Em junho de 2023 desconectamos todas as Bridges do Telegram, Discord e Matrix e aproveitamos para apagar o servidor Discord da BolhaTech.

Hoje estamos dando 100% de nosso tempo, foco e atenção à expansão do Fediverso, uso de ferramentas federadas, desde que estas sejam open-source.

1. Nossa Jornada no Fediverso

Quando alugamos o servidor físico, movemos nossa instância do Mastodon para lá, ainda assim, sobrou espaço e recursos para testar outras coisas. Esse foi o momento que o Bolhaverso começou a se expandir.

1.1 Mastodon

Tudo começou com o Mastodon, que rodava em minha casa, e ficou até até batermos 1000 usuários cadastrados.

  • bolha.us

Escolhemos o mastodon como plataforma de microblog pois achamos o projeto mais adequado naquele momento.

Na época o Fediverso estava crescendo em volta dele, era uma ferramenta forte, em evidência, havia muita gente investindo tempo no código, e muitos voluntários bancando o desenvolvimento através de doações.

Por essas e outras razões, resolvemos instalar e testar o microblog do primo dos Elefantes.

Durante o crescimento da bolha.us diversas pessoas foram convidadas para ajudar a manter o conteúdo da Bolha.us em um nível moderado e respeitoso.

Na época criamos dois times, o primeiro batizado de Guardians, com foco em cuidar do conteúdo e garantir que regras e o código de conduta fossem seguidos. O outro time batizado de Pilots, foi estruturado para manter as ferramentas no ar, funcionando e com boa performance.

Tivemos muitos parceiros importantes nos ajudando e alguns seguem até hoje atuando na moderação.

Em especial eu agradeço a duas pessoas:

  • @carlosenog@hachyderm.io que era o Guardian mais rápido do bolhaverso, resolvia todos os pedidos de moderação em segundos :)

  • @robertomurta@bolha.us que era o Pilot mais ativo, que inclusive construiu e codou toda a solução de backup da Bolha.us. Hoje ele é parte do conselho e co-owner da instância bolha.chat.

E estendo o agradecimento a todo mundo que se envolveu de alguma forma e ajudou a bolha a crescer.

1.2. Pixelfed

Depois do mastodon, instalamos o PixelFed para criar uma alternativa às redes de fotos privadas.

O projeto é bem bacana, tem cliente oficial para IOS e Android, funciona bem e está amadurecendo rápido.

Dá para seguir as contas do Mastodon (só o feed de imagens) e de sua conta do Mastodon dá para seguir as contas do PixelFed.

Confesso que apanhei para subir a instância, mas deu certo. Em pouco tempo vamos liberar a documentação no blog da GCN.

Nossa instância estava em fase beta até semana passada, agora é oficialmente uma ferramenta estável, em produção.

1.3. Lemmy

Continuando os estudos no Fediverso, decidi instalar o Lemmy, uma ferramenta de agregação de links similar ao Reddit e HackerNews.

O projeto ainda está em fase bem inicial, tem poucas features, sua configuração é um pouco confusa – ainda não conseguir fazer o SMTP funcionar – mas é estável e entrega o que se propõe.

Você consegue seguir os fóruns do Mastodon e comentar nos posts, é interessante e um pouco confuso às vezes.

Abaixo link para seguir a comunidade Fediverso a partir do Mastodon.

Nossa instância estava em fase beta até semana passada, agora é oficialmente uma ferramenta estável, em produção.

1.4 Mobilizon

Eu instalei esse projeto mas não consegui fazê-lo funcionar a contento. Me pareceu um pouco imaturo e portanto removemos a instância depois de algumas semanas no ar.

De qualquer formam, vale a menção.

1.5 Writefreely

Recentemente subimos o WriteFreely, uma plataforma federada para blogs.

O Writefreely é o upstream do projeto https://write.as.

A ferramenta tem foco em produção de texto puro, suporta Markdown e também um pouco de HTML e CSS. Funciona legal, migrei meu blogs para ele.

Nossa instância estava em fase beta até semana passada, agora é oficialmente uma ferramenta estável, em produção.

2. Relay de conteúdo

Com o objetivo de fortalecer o Fediverso Brazuca criamos um relay que permite a troca de conteúdo entre instâncias brasileiras conectadas a ele.

Mais uma iniciativa da Bolha para ajudar a expandir o Fediverso-br.

3. O site Bolha.io

Depois de subir tantas ferramentas ficou um pouco complicado achar tudo e entender o projeto, era necessário um ponto de referência forte e fácil de acessar.

Decidi então criar o site https://bolha.io para ser o holding do projeto. Através dele nossa comunidade consegue entrar em todas as ferramentas e ver informações importantes acerca do uso e funcionamento do coletivo.

Na mesma época, criamos o https://hub.bolha.us, um blog para falar de novidades do Fediverso.

4. Chat Federado bolha.chat

Subimos também o Matrix para ter um sistema de chat funcional para a comunidade da bolha, expandindo o alcance e as possibilidades de comunicação de nosso coletivo.

Nosso site

Nosso servidor matrix (synapse)

  • bolha.chat

Nosso cliente web principal

Recentemente disponibilizamos mais dois clientes web de Matrix.

4. Ferramentas de Apoio

4.1 HedgeDoc

Esse projeto é tipo um Google Docs para Markdown, permite edição simultânea e colaborativa.

4.2 Jitsi

Já tínhamos chat, precisávamos de vídeo também, para isso trouxemos o jitsi.

4.3 Lingva

Um frontend simples para o Google Translate.

4.4 Invidious

Um frontend simples para o Youtube, sem propaganda.

4.4 LibreTranslate

Um motor de tradução poderoso, alternativa ao Google Translate e pode ser integrado a ferramentas do Fediverso como o Mastodon.

5. Timeline

5.1 Timeline do Projeto BolhaTech

  • 2022
    • Abril
      • Discord Criado
      • Canais Bolha criados no Matrix.org
      • Bridges Configuradas Telegram/Matrix/Discord
  • 2023
    • Fevereiro
      • Bridges migradas para o servidor Matrix Bolha.chat
    • Maio
      • Discord BolhaTech Removido
    • Junho
      • Bridges Telegram Desativadas
      • Projeto BolhaTech encerrado

5.2 Timeline do Coletivo Bolha

  • 2022
    • Maio
      • Mastodon Bolha.us Criado
    • Novembro
      • Migramos o Mastodon Bolha.us para OVH
      • Criado o relay.instancias-br.online
    • Dezembro
      • PixelFed bolha.photos lançado
      • Lemmy bolha.social lançado
      • Matrix bolha.chat lançado
        • Novos canais criados
        • Antigos canais matrix.org reorganizados
      • Mobilizon bolha.events lançado
      • Novas contas de apoio criados no bolha.us
      • Adotamos Object Storage no Mastodon (Wasabi)
      • Adotamos Object Storage para Backup (Blackwaze)
      • Mastodon.help traduzido pela comunidade bolha
      • Novo about e novo código de conduta lançado
  • 2023
    • Janeiro
      • Subimos novos sites
        • bolha.io
        • bolha.chat
      • Instância de Bots hal.bolha.us criada
        • 62 bots criados
    • Abril
      • Mobilizon desligado por falta de maturidade
      • Subimos o WriteFreely
        • Removemos o hub.bolha.us
      • Subimos o status.bolha.us
      • Novas contas de apoio
        • @backup
        • @status
      • Subimos o Bolha.tools
        • Hedgedoc no notes.bolha.tools
        • Jitsi no video.bolha.tools
        • Lingva no translator.bolha.tools
    • Maio
      • Subimos o LibreTranslate.bolha.tools
      • Integramos o LibreTranslate ao Mastodon
      • Subimos o hydrogen.bolha.chat
      • Subimos o cinny.bolha.chat
    • Junho
      • Integramos Jitsi e Matrix do Bolha.chat
      • Bolha.io sob nova direção
        • Conselho Criado para gestão da Bolha.io
        • Nova gestão começou a ser estruturada
      • Criamos o projeto GCN.SH para estudos do fediverso
        • Criamos a instancia mastodon gcn.sh para estudos
        • Criamos a instancia writefreely blog.gc.sh para publicar documentação
      • Início de testes do Bookwyrm na GCN
      • Início de testes do Audon na GCN
      • Iniciado projeto de Centralização de Código de Conduta + Regras da Bolha.io
      • Iniciado projeto de monitoração da Bolha.io usando o Zabbix

Veja a timeline do projeto atualizada no link abaixo:

6. Nossa Infra hoje

Hoje temos dois servidores físicos na OVH algumas VPS's tocando os serviços da Bolha.

Infra Baremental da GCN no HQ em Brasília:

  • Proxmox 7.4
    • alpha.gcn.sh (16GB, 4vCPU)
    • bravo.gcn.sh (64GB, 8vCPU)
    • charlie.gcn.sh (64GB, 12vCPU)

Infra VPS na VULTR:

  • MTA NativeTrail (Zimbra MTA)
  • Uptime Kuma
  • Smart SMTP Relay (Postfix)
  • Load Balancer GCN (NGINX)

Infra Baremetal na OVH:

  • ProxMox 7.4
    • delta.gcn.sh (64GB, 12vCPU)
      • mastodon bolha.us
      • mastodon hal.bolha.us
        • bots do hal.bolha.us
      • pixelfed
      • lemmy
      • writefreely
      • matrix
      • invidious
      • lingva
      • hedgedoc
      • libretranslate
    • echo.gcn.sh (64GB, 12vCPU)
      • mastodon gcn.sh
      • writefreely blog.gcn.sh
      • matriz chat.gcn.sh
      • zimbra
      • minio
      • matomo
      • shlink
      • zabbix
      • passbolt
      • dokuwiki

Infra VPS na OVH:

  • Jitsi
  • Load Balancer Bolha (NGINX)

SaaS que usamos:

  • CloudFlare (DNS)
  • NameCheap (Domínios)
  • Wasabi (Object Storage & CDN for Mastodon & PixelFed)
  • BlackBlaze (Object Storage for Backup)

Provedores que usamos:

  • OVH
  • VULTR

7. Próximos desafios

Vamos seguir reestruturando a Bolha.io.

Vamos finalizar a implantação do novo conselho.

Vamos revisar todas as regras da bolha.

Vamos revisar o código de conduta da bolha.

7.1 Melhorias em nossa infra

Vamos melhorar os serviços e automação de toda a bolha.

Vamos melhorar a monitoração de toda a bolha.

7.2 Conteúdo & Estudos

Vamos seguir estudando o Fediverso e suas ferramentas.

Vamos produzir conteúdo técnico do Fediverso em inglês

7.3 Novos serviços para Bolha

Vamos testar e se possível levar para a bolha as seguintes ferramentas;

  • Audon
  • Friendica
  • Bookwyrm
  • Owncast
  • Castpod

7.4 Serviços da GCN

E na GCN vamos manter algumas ferramentas do Fediverso para estudos e também para uso do projeto:

  • Mastodon
  • WriteFreely
  • Peertube
    • Para vídeos da GCN e convidados

Outras ferramentas para uso interno:

  • Zimbra
  • Uptime Kuma
  • Shlink
  • Zabbix
  • Passbolt
  • Dokuwijki
  • Minio
  • Matomo

:)


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Aprenda a instalar ao cert-manager no k8s de forma objetiva e rápida!

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-10-06

Instalando CertManager

Instale o CustomResourceDefinition separadamente

$ kubectl apply --validate=false -f https://github.com/jetstack/cert-manager/releases/download/v1.5.4/cert-manager.crds.yaml

Crie o namespace para o cert-manager

$ kubectl create namespace cert-manager

Adicione o repositório helm

$ helm repo add jetstack https://charts.jetstack.io

Atualize os indices do helm

$ helm repo update

Instale o cert-manager via helm

$ helm install \
  cert-manager jetstack/cert-manager \
  --namespace cert-manager \
  --version v1.5.4

Crie o issuer para letsencrypt production

$ vim issuer-prod.yaml

Insira o conteúdo

apiVersion: cert-manager.io/v1
kind: ClusterIssuer
metadata:
  name: letsencrypt-prod
spec:
  acme:
    # You must replace this email address with your own.
    # Let's Encrypt will use this to contact you about expiring
    # certificates, and issues related to your account.
    email: certmanager@gutocarvalho.net
    server: https://acme-v02.api.letsencrypt.org/directory
    privateKeySecretRef:
      # Secret resource that will be used to store the account's private key.
      name: letsencrypt-production
    # Add a single challenge solver, HTTP01 using nginx
    solvers:
    - http01:
        ingress:
          class: nginx

Aplicando

$ kubectl create -f issuer-prod.yaml

Criando o issuer para letsencrypt staging

vim issuer-staging.yaml

Insira o conteúdo

apiVersion: cert-manager.io/v1
kind: ClusterIssuer
metadata:
  name: letsencrypt-staging
spec:
  acme:
    # You must replace this email address with your own.
    # Let's Encrypt will use this to contact you about expiring
    # certificates, and issues related to your account.
    email: nativetrail@gutocarvalho.net
    server: https://acme-staging-v02.api.letsencrypt.org/directory
    privateKeySecretRef:
      # Secret resource that will be used to store the account's private key.
      name: letsencrypt-staging
    # Add a single challenge solver, HTTP01 using nginx
    solvers:
    - http01:
        ingress:
          class: nginx

Aplicando

$ kubectl create -f issuer-staging.yaml

Prontinho!

Annotations

Para production

cert-manager.io/cluster-issuer=letsencrypt-prod
kubernetes.io/ingress.class=nginx

Para staging

cert-manager.io/cluster-issuer=letsencrypt-staging
kubernetes.io/ingress.class=nginx

Refs

https://cert-manager.io/docs/configuration/acme/


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Aprenda a instalar o ingress-aws no EKS de forma rápida e pontual

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: OCT/6/21

Instalando Ingress no EKS

É importante saber que o cluster EKS não vem com ingress instalado por padrão, então vamos aprender como instalar o INGRESS oficial do projeto do K8S com suporte a ELB e NLB da AWS.

Aqui nesta página teremos a documentação para instalar o ingress

Instale a última versão estável

$ kubectl apply -f https://raw.githubusercontent.com/kubernetes/ingress-nginx/controller-v1.0.3/deploy/static/provider/aws/deploy.yaml

A saída esperada é essa:

namespace/ingress-nginx created
serviceaccount/ingress-nginx created
configmap/ingress-nginx-controller created
clusterrole.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx created
clusterrolebinding.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx created
role.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx created
rolebinding.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx created
service/ingress-nginx-controller-admission created
service/ingress-nginx-controller created
deployment.apps/ingress-nginx-controller created
ingressclass.networking.k8s.io/nginx created
validatingwebhookconfiguration.admissionregistration.k8s.io/ingress-nginx-admission created
serviceaccount/ingress-nginx-admission created
clusterrole.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx-admission created
clusterrolebinding.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx-admission created
role.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx-admission created
rolebinding.rbac.authorization.k8s.io/ingress-nginx-admission created
job.batch/ingress-nginx-admission-create created
job.batch/ingress-nginx-admission-patch created

Prontinho! :)


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: OCT/6/21 Gerando Kubeconfig para AWS EKS

configurando aws-cli

$ aws configure

preencha os dados pedidos

AWS Access Key ID [None]: ACCESS_KEY
AWS Secret Access Key [None]: SECRET_KEY
Default region name [None]: us-east-1
Default output format [None]: json

listando clusters

$ aws eks cluster-list --output table

saída

-----------------------
|    ListClusters     |
+---------------------+
||     clusters      ||
|+-------------------+|
||  homologacao      ||
||  producao         ||
||  desenvolvimento  ||
||  sandbox          ||
|+-------------------+|

gerando

$ aws eks update-kubeconfig --name labs

saída

Added new context arn:aws:eks:us-east-1:xxxx:cluster/gr1d-labs to /Users/gutocarvalho/projetos/nativetrail/k8s/labs/config

listando clusters

$ export KUBECONFIG=/Users/gutocarvalho/projetos/nativetrail/k8s/labs/config
$ kubectl get nodes

saída

NAME                            STATUS   ROLES    AGE   VERSION
ip-172-xx-xx-11.ec2.internal     Ready    <none>   24m   v1.21.2-eks-55daa9d
ip-172-xx-xx-168.ec2.internal    Ready    <none>   24m   v1.21.2-eks-55daa9d
ip-172-xx-xx-198.ec2.internal    Ready    <none>   24m   v1.21.2-eks-55daa9d

prontinho!


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-10-04

Conheça uma wiki modernosa que vai te surpreender!

Depois de muitos anos usando o dokuwiki como ferramenta principal e GitLab Wiki para alguns projetos pontuais, eu finalmente encontrei algo que mexeu comigo, a ponto de me fazer mudar a ferramenta wiki referência em minha stack de trabalho.

O projeto em questão é o WIKI.JS, ele veio desafiar minha escolha de uma wiki – flat file storage – e ainda assim conseguiu preencher um espaço até então já dominado.

Desde 2020 eu uso ela, e agora posso dizer que recomendo com todas as forças :)

Vai lá, dá uma chance!

https://js.wiki/

[s]

P.s: Já usa ela? Me conta ai suas impressões, mas faz com carinho tá :)


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-10-04

Conheça alguns sistemas de chat open source e self-hosted

Novamente buscando novas tecnologias para minha stack, quero sair das – já batidas – opções existentes.

Hoje temos os open source mais famosinhos, criados como alternativa ao closed source slack.

Recentemente pesquisando pelo RIOT, app que usava o protocolo Matrix, descobri que ele foi rebatizado como Element, vale a pena conhecer!

Outra que vale a menção é o Corteza, que é um framework maior, mas tem um módulo de chat.

Esses dois estão na minha fila para testar, quando entender como funcionam eu posto aqui.

Ah, e caso não conheça o projeto Matrix.org, vai lá visitar.

[s] Guto

P.s: Conhece algum outro open source e self hosted? Manda aí nos comentários :)


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-10-04

Lista de projetos open source para gerenciar suas senhas!

Eu normalmente utilizo o Passbolt em meus projetos, mas estou em um fase de renovar minha stack, sendo assim segue uma listinha de algumas das ferramentas que eu ainda quero testar:

Vale lembrar que todos são open source e self-hosted.

E quem não conhece o Passbolt, segue:

[s] Guto


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-09-30

Procedimento

Meu disco USB não montava mais no mac, veja como resolvi.

Meu disco não montava mais, e quando tentava reparar pela UI do Diskutil eu recebia o erro.

File system verify or repair failed. : (-69845)

Pelo UI do Diskutil não teve jeito, então fui para o terminal e rodei

$ diskutil repairDisk disk3

E tive a seguinte saída 

Repairing the partition map might erase disk3s1, proceed? (y/N) y Started partition map repair on disk3 Checking prerequisites Checking the partition list Adjusting partition map to fit whole disk as required Checking for an EFI system partition Checking the EFI system partition's size Checking the EFI system partition's file system Checking the EFI system partition's folder content Checking all HFS data partition loader spaces Checking booter partitions Reviewing boot support loaders Checking Core Storage Physical Volume partitions The partition map appears to be OK Finished partition map repair on disk3 `

Com isso o disco voltou a funcionar.

Substitua disk3 pelo valor correto do device.

[s] Guto


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

Conteúdo em migração

Estou migrando posts do Publli (pub.gutocarvalho.net) para cá ;)

Se achar alguma coisa errada é só avisar!

Data de criação do post: 2021-06-29

Conteúdo

A morte de alguém pelas mão dos Estado não deve ser aplaudida.

O Estado deveria amparar;

O Estado deveria dar condições dignas de vida;

O Estado deveria oferecer justiça e igualdade a todos;

O Estado deveria acolher e gerar oportunidades;

O Estado deveria acabar com a miséria, pobreza e resolver conflitos;

O Estado não deveria matar;

A autoridade policial não deveria matar;

A Polícia deveria servir e proteger;

A Polícia deveria apoiar na educação dos direitos e deveres;

E mesmo um indivíduo doente deveria ser amparado e tratado pelo Estado;

Em especial em um Estado em que isso tudo está em sua Constituição;

E por tudo isso, repito, uma pessoa não deveria morrer pelas mãos do Estado, jamais, independente do crime;

E digo isso com a certeza de que ela foi a primeira vítima de uma sociedade que não a acolheu, não  a tratou e que não lhe proveu as garantias – mínimas – de sua própria Constituição Federal;

Por isso eu peço, não celebre a morte, ao contrário, reflita sobre as falhas e as injustiças da sociedade que criaram aquele que foi morto;

Ninguém nasce bom ou mal, ninguém nasce engenheiro, juiz, médico ou assassino, essas pessoas são fruto da sociedade em que vivemos, você pode ser o médico ou o assassino, só depende das oportunidades, ou neste caso na falta delas;

Toda a força as famílias que foram maculadas, ainda assim, o Estado não deveria matar, deveria educar, proteger, tratar e prover;

Tirar uma vida não restaura outra.

Reflita!


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]

As vezes me sinto velho e cansado, e tudo bem!

As vezes eu falo que eu me sinto velho, cansado e ouço as pessoas falando:

  • Poxa, você só tem 40, é muito novo, relaxa man!

Sim, ter quarenta anos não é muito, a expectativa de vida hoje está na casa dos 76 anos no Brasil – segundo o IBGE.

Então tem muito chão, estamos – se tivermos sorte – no meio do caminho.

Mas as vezes eu paro para pensar, será mesmo tão simples?

Será que eu não devo respeitar as cicatrizes e as experiências que eu conquistei e acumulei até agora?

Será que eu não posso dizer que estou cansando, física e mentalmente pq ainda sou novo na visão de alguns?

Do ponto de vista da idade e da expectativa de vida, talvez possa parecer pouco, mas creio que do ponto de vista da vida e do tempo – em si – já é bastante.

Ter quarenta anos pode não pesar para alguns, mas pode pesar para outros – e temos que respeitar isso, e até celebrar, pois chegamos até aqui.

O  número em si, ou quantidade de dias passados – cerca de 14 mil dias regulares e recorrentes, não é o mais relevante.  O relevante são os aprendizados acumulados e a responsabilidade que você carrega consigo.

Algumas pessoas são solteiras, concursadas, com vida financeira estável, com famílias estáveis, em que todos gozam de certa saúde, relativo conforto e até raros privilégios. Outros no entanto, podem estar lutando para estar aqui desde o dia zero, e quarenta anos minha gente, quarenta anos é um número a se respeitar e celebrar.

Acredite, muitos ficaram no caminho e muitos ainda vão ficar.

A responsabilidade de prover, educar e criar filhos, de sustentar a si mesmo e a eles, a certeza de que em breve seus pais – ou quem depende de você – vão também se tornar de certa forma seus filhos, é uma responsabilidade e tanto. E lidar com isso nunca será fácil, mas será preciso.

A coisa boa de cuidar dos pais ou dependentes, é que você vai poder retribuir todo o amor e a dedicação que tiveram contigo, e eles se sentirão acolhidos, certamente.

É um ciclo variável em alguns aspectos e constante em outros. Se você não tem filhos que dependem de você, você certamente tem outras pessoas em volta que dependem. E não adianta fingir que isso não pesa, isso pesa sim. Mas também é muito natural e importante e faz parte da nossa vida em sociedade.

Isso – inclusive – nos nos mantém firmes e nos dá propósito.

É o que nos faz acordar todos os dias de manhã e sair da cama.

É o que nos faz chorar, rir, gritar e celebrar quando todos completam mais um ano vivos e juntos :')

Alguém com quarenta pode ter 20 ou 25 anos de trabalho no currículo, pode ter passado por diversas empresas, áreas, projetos e certamente por muitos sufocos.

Então veja, não importa se você limpou fossas ou lançou foguetes, todos construímos experiências em torno de nossas vivências, e isso ninguém nos tira.

Claro que existem pessoas com quarenta anos que ainda moram com os pais – pela razões erradas – , que não sabem lavar louça, roupa ou cozinhar e nem mesmo trabalham, mas esse não é o foco desse post.

Esse post foca nos guerreiros e nas guerreiras que diariamente vão para as trincheiras da vida, e vão sabendo que vão levar porrada, bomba e tiro, e que ainda sim precisam levantar, bater o ponto e respirar fundo para estarem prontas e prontos para as trincheiras do outro dia.

E pensa o seguinte, 30, 40, 50 anos atrás, nossos parentes não faziam 1/10 do que fazemos hoje. A gente tá sendo engolido pela velocidade da sociedade da informação. Com quarenta anos certamente já absorvemos 3 ou 4 vezes mais informações que a geração dos nossos avós e bisavós na totalidade de suas vidas somadas.

E acredito que o impacto que isso causa no corpo e na mente tem um custo altíssimo.

Hoje vivemos mais tempo, mas quebramos bem antes, basta ver as pandemias silenciosas que assolam nosso mundo hoje.

A OMS disse em 2020 que mais de 300 milhões de pessoas no mundo sofrem algum tipo de depressão e transtorno, e mais de 800 mil que sofrem com isso enceraram suas vidas todo ano. E essa silenciosa e dolorosa pandemia mata mais pessoas de 15 a 29 anos.

Então se você tem 40, celebre!

Se permita sentir esse milestone

Se permita respeitar suas experiências adquiridas

Se permita sentir o tempo de vida que alcançou e se respeitar.

Se você acha que está velho, tudo bem.

Se se acha novo, tudo bem também, melhor ainda.

Só lembre-se de respeitar tudo o que você adquiriu, afinal, isso tem muito valor.

O importante é entender que independente do que você esteja sentindo, sinta pelo menos que a vida vale a pena!

[s]


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra nessas redes!

Mastodon

@gutocarvalho@bolha.us

PixelFed

@gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy

@gutocarvalho@bolha.forum

Matrix

@gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely

@gutocarvalho@bolha.blog @notamental@bolha.blog @poesias@bolha.blog @contos@bolha.blog

Bookwyrm

@gutocarvalho@bolha.review

Peertube

@gutocarvalho@bolha.tube

Funkwhale

@gutocarvalho@bolha.studio

Friendica

@gutocarvalho@bolha.network

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer o bolha.io!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Nosso site

WriteFreely

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]