contos

contos de um pantaneiro | @gutocarvalho@bolha.us

Hoje saindo de casa vi minha vizinha (belíssima) e por falta de cuidado pensei alto:

Nossa

Ela então me devolveu:

Nossa? O quê foi?

Um tanto sem graça, fui honesto e disse:

Sabe vizinha, a vida anda tão estranha, tão rápida, tão pesada, que as vezes sinto que vivo em um mundo monocromático e sem vida, mas ao te ver passando, pude perceber que seu sorriso está cada dia mais lindo, você está cada dia mais linda, e isso pra mim, nesse momento é um colírio que me permite enxergar todas belas cores do mundo que eu havia esquecido, e mesmo que seja por meros instantes, é algo que mexe comigo, e talvez tenha sido este o motivo da minha interjeição. Sim, eu pensei alto, me perdoe e me permita agradecer pelo sorriso e pela simpatia todos os dias que nos vemos.


Isso pode ter sido um conto, ou pode ter acontecido mesmo.

Deixo você decidir :)


Gostou do conteúdo?

Você também me encontra também nessas redes!

Mastodon @gutocarvalho@bolha.us

PixelFed @gutocarvalho@bolha.photos

Lemmy @gutocarvalho@bolha.forum

Matrix @gutocarvalho@bolha.chat

WriteFreely @gutocarvalho@bolha.blog

Quer saber mais sobre mim?

Visite meus sites!

Conhece o Coletivo Bolha?

Então vem conhecer!

Nós temos muito mais para compartilhar contigo!

Conhece o HackSpace da Bolha?

Vem conhecer o espaço que usamos para estudar o fediverso!

Quer apoiar nosso trabalho? Você pode!

Te vejo no mastodon da bolha.us!

[s]